A Pedagogia Espírita e a Educação para a Morte


Capítulo do livro A Arte de Morrer - Visões Plurais - Vol. 3 (Ed.Comenius) onde a autora entende que a Pedagogia Espírita é a educação para a vida e para a morte.


Não é mera coincidência que o criador do termo Pedagogia Espírita tenha sido o pioneiro da Educação para a Morte no Brasil: José Herculano Pires (1914-1979). Na mesma década de 70, em que Herculano lançou a revista Educação Espírita (1970-1974), onde publicou artigos defendendo a idéia de uma Pedagogia Espírita (que depois se tornou o título do livro que reúne a maior parte das publicações daquela extinta Revista), escrevia a obra Educação para a morte – publicada cinco anos depois de sua morte, 1984. Este livro foi o primeiro a ser lançado no Brasil sobre o tema, quando o movimento da Tanatologia avançava já havia alguns anos nos Estados Unidos e na Europa.


Para ler o artigo completo, clique aqui:


A Pedagogia Espírita e a Educação para a Morte

Artigos em Destaque
Artigos Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square